Eurovisão 2022: Está em curso o sorteio das meias-finais!

Está cada vez mais perto: o sorteio das semifinais será na terça-feira, 25 de janeiro, às 12:00 UTC, ao vivo, no Madama Palace, em Turim, como é habitual todos os anos - o evento também incluirá a cerimônia de entrega das chaves de sediar a competição dos anfitriões anteriores em Rotterdam para a nova cidade anfitriã italiana - Torino 🇮🇹

הגרלת חצאי הגמר, צולם ע"י אסף דהן מדיה

O sorteio de alocação determinará se os países participarão da primeira semifinal (terça-feira, 10 de maio, às 21h UTC) ou da segunda semifinal (quinta-feira, 12 de maio, às 21h UTC).

Além disso, os países participantes serão classificados aleatoriamente se um país aparecer na primeira ou segunda metade das semifinais em que foi sorteado.

O sorteio será realizado pelas apresentadoras Carolina di Domenico e Gabriela Corsi.

Como todos os anos, os prefeitos do país anfitrião e do país anfitrião anterior estarão presentes durante o sorteio – e este ano o prefeito de Rotterdam, Sr. Ahmed Abutalev, e o prefeito de Turim, Stefano Le Russo, estarão presentes.

A transmissão será transmitida no canal oficial do YouTube do Festival Eurovisão da Canção e no canal da Autoridade de Radiodifusão Italiana, que está atrasando o concurso, RAI.

Então, como está a distribuição dos países e sua colocação nas semifinais?

A Itália, como país-sede, juntamente com as outras quatro empresas (as chamadas “Big 5” – França, Alemanha, Espanha e Grã-Bretanha) não disputam as semifinais, e estão automaticamente classificadas para a final.

Antes que os países concorrentes sejam colocados em uma das semifinais, primeiro será determinado aleatoriamente em qual das 5 principais semifinais cada um poderá votar.

A próxima parte do sorteio determinará em qual semifinal e em qual metade das respectivas semifinais os outros 36 países participantes irão aparecer.

Os 36 candidatos às semifinais são selecionados em 6 potes diferentes.

Potes de alocação para as semifinais:

Os 36 semifinalistas foram distribuídos em 6 potes com base nos padrões históricos de votação calculados pelo parceiro oficial de televotação do Eurovision.

Primeiro pote:

Albânia
Croácia
Montenegro
Macedônia do Norte
Sérvia
Eslovênia
Segundo pote:

Dinamarca
Austrália
Finlândia
Islândia
Noruega
Suécia
Terceiro pote:

Armênia
Azerbaijão
Geórgia
Israel
Rússia
Ucrânia
Quarto pote:

Chipre
Grécia
Malta
Bulgária
Portugal
San Marino
quinto pote:

Estônia
Lituânia
Letônia
Moldávia
Polônia
Romênia
pote de sexta:

Áustria
Bélgica
Suíça
República Checa
Irlanda
Holanda
Tirar países de potes diferentes ajuda a reduzir a chance de votação entre países vizinhos e aumenta a tensão nas semifinais.

Leave a Reply